Meditação, Mindfulness e Autocompaixão

Workshop Mindfulness e Autocompaixão

mindfulness e autocompaixão

Evento cancelado

 

Facilitador: Filipe Raposo (instrutor de mindfulness e psicoterapeuta somático). Para saber mais clique aqui.

Benefícios de cultivar Mindfulness

A prática de meditação mindfulness tem sido bastante promovida ultimamente pelos seus benefícios para a mente e corpo. Os efeitos da meditação nas capacidades cognitivas, bem-estar e saúde geral, encontram-se entre muitos outros benefícios a serem colhidos com uma prática continuada e consistente.

Aqui ficam alguns benefícios importantes da meditação mindfulness validados por em extenso corpo de publicações cientificas:

-> Redução da ruminação e do síndrome de pensamento acelerado;
-> Redução de sintomas de depressão e redução da probabilidade de recaídas;
-> Melhoria da capacidade de memorizar, de foco e continuidade de atenção;
-> Ajuda a reduzir a ansiedade e stress;
-> Ajuda a regulação emocional e a reduzir a reatividade emocional;
-> Ajuda a melhorar a flexibilidade cognitiva e aumenta a criatividade;
-> Ajuda a melhorar a satisfação nas relações;
-> Ajuda a melhorar a função do sistema imunitário e reduz processos inflamatórios.

Mindfulness traz equilibrio mental
Webinar Autocompaixão

Descrição

Este workshop pretende introduzir os temas do mindfulness e da autocompaixão. Será feita uma breve apresentação teórica intercalada com práticas de mindfulness e de autocompaixão.

Mindfulness como espaço de consciência amplo para reconhecer a realidade momento a momento. Mindfulness pode ser traduzido para português como atenção plena ou consciência plena. “Mindfulness é a consciência que resulta de dedicarmos a nossa atenção intencionalmente no momento presente, sem julgamento.”, Jon Kabat-Zinn

A autocompaixão como qualidade/emoção calorosa que podemos ir construindo em nós mesmos, no sentido de aliviar o sofrimento. A auto-compaixão é um modo de nos relacionarmos connosco mesmos de forma corajosa, acolhedora, gentil e amorosa, aceitando-nos tal como somos, mesmo com as limitações e os aspetos menos agradáveis, em todas as circunstâncias da vida. A atitude compassiva dirigida a nós mesmos, não é algo intuitivo ou que surja naturalmente para a maioria das pessoas. De facto, o que a pesquisa parece indicar, é que cerca de 75% das pessoas é significativamente mais compassiva com outras pessoas do que consigo próprio. No entanto, é possível cultivar esta qualidade de forma a torná-la presente nas nossas vidas como fonte de coragem, aceitação e resiliência. É de extrema importância atendermos ao tom do nosso diálogo interior, pois é certo que parte de nós vai estar à escuta. É com base nessa escuta que traçamos a nossa auto-imagem e as nossas crenças.

As práticas que iremos realizar não requerem experiência prévia de meditação. Faremos as meditações sentados em cadeira, mas traga roupa confortável.

 

Compartilhar

Subscreva a nossa newsletter

INTRODUZA O SEU EMAIL E ESTEJA SEMPRE A PAR DAS NOVIDADES

Por um mundo mais compassivo. mindfulness, autocompaixão

@compassivamente 2024